Solange Almeida processa Aviões em R$ 5 milhões

Solange Almeida processa Aviões em R$ 5 milhões

0
COMPARTILHAR

A cantora Solange Almeida entrou na Justiça contra a banda “Aviões”  solicitando cota de participação de quando era sócia do grupo. O valor é orçado em R$ 5 milhões. O processo foi protocolado no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) em março deste ano.

Em nota enviada ao Sistema Verdes Mares, o advogado da cantora, Livelton Lopes, informou que houve tentativas de negociações nos últimos dois anos, mas sem acordo entre as partes.

Segundo petição ajuizada em Vara Cível na comarca de Fortaleza, Sol não recebeu valores correspondentes ao patrimônio total do grupo.

No processo, segundo os advogados de Solange, ela foi expulsa da banda sem acordo prévio. “Ocorre que em setembro de 2016 os sócios Carlinhos Aristides e Isaias CD – sem qualquer justificativa para tanto! – comunicaram a cantora Solange Almeida que a ‘banda’ não tinha mais interesse na sua permanência, como se isso fosse possível e que a mesma só era bem vinda até o término do carnaval de 2017, o que de fato se concretizou em 28/02/2017”.

Tutela de urgência

Ainda no documento, Solange  pediu que os bens como ônibus, valores bancários e empreendimentos fossem bloqueados para que garantissem a cota de direito.

Entretanto, o juíz responsável pela análise da tutela de urgência, indeferiu o pedido pelo fato de Solange ter entrado com o processo após dois anos da saída do grupo. A legislação não estipula prazo e a decisão de aceitar ou não o processo cabe ao entendimento do magistrado.

O processo está em fase de notificação das partes para apresentação de defesa. A reportagem entrou em contato com as assessorias dos envolvidos. Até a publicação desta notícia não obtivemos respostas.

Confira, na íntegra, a nota de esclarecimento enviada pelo advogado de Solange:

“Em face das notícias recentemente veiculadas nas redes sociais sobre um PROCESSO CÍVEL DE APURAÇÃO DE HAVERES (Processo nº 0117685-22.2019.8.06.0001, em curso na 3ª vara cível da comarca de Fortaleza/CE) em que é Autora a Cantora Solange Almeida e são promovidos os seus ex-sócios Carlinhos Aristides, Isaias Cd´s, Xand Avião e Cláudio Melo, inicialmente temos a esclarecer que antes de ingressar como qualquer processo judicial a Artista Solange Almeida tentou de todas as maneiras resolver as questões existentes com seus ex-sócios através do diálogo, ocorre que passados mais de 02 (dois) anos de sua saída da banda Aviões do Forró a mesma não encontrou reciprocidade nas tratativas amistosas que fez.

O REFERIDO PROCESSO NÃO É DE NATUREZA CRIMINAL E SIM CÍVEL, NÃO TRATANDO DE QUASQUER QUESTÕES PESSOAIS ENTRE OS EX-SÓCIOS E NEM MUITO MENOS FAZENDO ACUSAÇÕES DE QUALQUER NATUREZA SOBRE OS MESMOS!

O único objetivo da ação judicial em questão é a de ver reconhecidos os direitos da artista Solange Almeida pelos seus mais de 11 (onze) anos de banda Aviões do Forró e que até agora não foram pagos pelos administradores da empresa e demais sócios que permaneceram na banda.

Importante esclarecer, ainda, que não existe qualquer outra ação judicial ou procedimento policial correndo em desfavor de qualquer das partes do processo, quer seja por questões patrimoniais, quer seja por questões criminais.

É absurda e leviana a afirmação de que Solange Almeida estaria se utilizando de um processo criminal por assédio sexual para com isso pressionar um de seus sócios a pagar o que lhe é devido.

Por fim, confiamos na justiça e estamos certos de que ao final do processo todos os direitos da artista Solange Almeida serão reconhecidos pelo Poder Judiciário do Estado do Ceará.”

Fonte: Diário do Nordeste

DEIXE UMA RESPOSTA

dois × quatro =