Home Notícias Queijos e vinhos: consumo tem efeito protetor sobre o cérebro

Queijos e vinhos: consumo tem efeito protetor sobre o cérebro

0

Uma boa noite de queijos e vinhos pode não ser sinônimo apenas de prazeres à mesa, mas também saúde do cérebro. Um estudo americano da Iowa State University publicado recentemente no Journal Alzheimer’s Disease afirma que a dieta de cada um tem relação direta com o declínio cognitivo e que a ingestão de queijos e vinho tinto tem efeito protetor em relação a esse aspecto. A pesquisa se trata de uma análise em larga escala inédita que conecta alimentos específicos à capacidade cognitiva na fase posterior da vida. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os processos neurodegenerativos têm evidenciado o aparecimento cada vez maior do declínio cognitivo relacionado à perda de memória em adultos, idosos e, principalmente, nos jovens e nas crianças. Portanto, o declínio cognitivo não é mais típico da terceira idade e, atualmente, os distúrbios mentais são mais comuns no adulto jovem do que no adulto mais velho. E não custa lembrar: o resveratrol, antioxidante natural encontrado em algumas frutas, nozes e justamente no vinho tinto, afeta positivamente o desempenho físico e as funções cardíacas.

Fonte: EU Atleta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

19 − dez =